Connect with us

Mundo Animal

Resgate impossível: a emocionante saga de um gato perdido em uma rodovia movimentada

Artigo

em

John é um socorrista animal que recentemente viralizou ao resgatar um gato perdido no meio de duas avenidas movimentadas. Havia quatro faixas de tráfego intenso em ambos os lados do gato, e quanto mais tempo John levava para chegar lá, mais provável era que o felino corresse para a rua.

O experiente socorrista de gatos largou tudo o que estava fazendo, chamou sua amiga Karenlynn para apoio, e dirigiu direto para o local. Quando chegou lá, ele imediatamente avistou o gato assustado em pé em uma mureta no meio das rodovias.

LEIA TAMBÉM

Assim, Jonh estacionou no lado oeste da rodovia e seguiu ao encontro do gato com sua parceira ao seu lado. Além de ter que agir rapidamente, eles sabiam que tinham que se aproximar do gatinho com cuidado para que ele não fugisse.

Gato perdido resgatado em rodovia
Foto: John Debacker/The Dodo

Resgate difícil

Com os carros passando por eles, a dupla caminhou ao longo da mureta central até que o gato estivesse bem na frente deles. O socorrista colocou um cobertor sobre suas mãos e estendeu a mão para agarrá-lo, mas o pet sentiu o movimento dele e correu imediatamente para o outro lado. Horrorizados, a dupla de socorristas observaram enquanto o gato atravessava as pistas para o leste. O felino conseguiu passar entre os carros rápidos nas duas primeiras faixas, mas ao cruzar a terceira faixa, um veículo o atingiu.

Gato perdido resgatado em rodovia
Foto: John Debacker/The Dodo

Leia também:

“Eu imediatamente pulei a barreira e forcei a parada do trânsito onde o gato estava deitado, na pista número 3”, escreveu John em um post no Facebook, “ainda vivo, mas atordoado”. Quando ele correu para o gato no lado leste, Karenlynn pegou os equipamentos das pistas que iam para oeste. “Eu o agarrei com todas as minhas forças e o envolvi em um cobertor”, escreveu John. Ele cruzou a rodovia novamente, desta vez com o gato em segurança em seus braços, e a dupla o colocou na caixa de transporte.

Gato perdido resgatado em rodovia
Foto: John Debacker/The Dodo

Milagre, sem ferimentos

Milagrosamente, a gata (sim, era uma fêmea), não tinha ferimentos visíveis. Embora ela estivesse atordoada, ela parecia estar bem. Assim, John resolveu chamá-la Milagre. A gata seguiu diretamente ao veterinário de emergência, onde lhe fizeram uma avaliação completa. Assim como John havia suspeitado, ela estava em forma quase perfeita. “Ela sobreviveu sem ferimentos”, disse ao The Dodo.

De volta para casa

Após a consulta médica, John encontrou um microchip de identificação na felina. De acordo com ele, a gata vivia a quase dois quilômetros de distância de onde a encontraram. “Assim pudemos reuni-la com seus tutores”.

Milagre, na realidade se chama Flamingo, e se reuniu com seus tutores assim que o veterinário a deu alta. Até o momento, John não sabe como Flamingo chegou até o meio da rodovia movimentada, mas ele está grato por ela ter conseguido se salvar.

Gato perdido resgatado em rodovia
Foto: John Debacker/The Dodo

Agora, os tutores de Flamingo encaminham fotos do gato para o socorrista, atualizando sobre seu estado de saúde e retorno para a sua cama aconchegante em casa, onde ela pertence. Os tutores são gratos por John ter salvo seu querido gato. Enquanto isso, o dedicado socorrista animal agradece por tantos motoristas terem parado naquele dia e permitido a continuidade do resgate. “Ver todas as faixas de trânsito pararem para um animal foi uma visão incrível”, relatou John, “ver tantas pessoas se importando”.

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Mundo Animal

Cachorro amado envia anjo do céu para sua família durante enterro

Artigo

em

Por

No ano passado, a resgatadora de animais Lidia Elizabeth acolheu um cachorro idoso abandonado nas ruas próximas à sua casa. Ela o batizou de “Velhinho” e prometeu cuidar dele até o fim.

“Eu disse a ele que ia lhe dar uma vida decente pelo tempo que lhe restava”, disse Lidia ao The Dodo. “Eu esperava que ele vivesse 6 meses. Ele viveu um ano.”

LEIA TAMBÉM
Cachorro amado envia anjo do céu para sua família durante enterro
Foto: Arquivo Pessoal/Lidia Elizabeth Reyes/The Dodo

A tutora, que cuida de dezenas de cães, normalmente tenta encontrar novos lares para os filhotes que resgata. Mas Velhinho nunca teve a chance de experimentar o calor de uma família para chamar de sua. Ainda assim, Lidia o amava demais.

Então, quando chegou a hora de enterrar o cachorro idoso, Lidia e seu companheiro se aventuraram pelo campo, encontrando um local tranquilo para colocar seu corpo para descansar. Mas, então, um som soou em seus ouvidos.

“Encontrei uma árvore, embaixo da qual enterraríamos Velhinho”, disse Lidia. “Então, de repente, ouvimos um cachorrinho choramingando. Nós nos viramos e vimos o cachorro. Ficamos surpresos. Olhamos, e não havia mais ninguém por perto.” O filhote correu até Lidia, como se a conhecesse a vida toda.

Leia também:

O cachorro enviou à família outro anjo

Lidia ficou impressionada com o significado daquele momento – ser cumprimentada por um cachorro jovem no exato momento em que ela dava um último adeus a Velhinho. Mas o momento não terminou aí.

Enquanto ela cavava um buraco para colocar o corpo de seu cão idoso, o filhotinho permaneceu por perto. “Ela se deitou, observando calmamente o que estávamos fazendo.” Quando a tarefa foi concluída, o cachorro misterioso descansou no topo do monte onde Velhinho havia sido colocado para descansar.

A protetora animal suspeita que o filhote possa ter sido abandonado recentemente na área. Mas online, onde Lidia compartilhou a notícia de seu encontro, muitos de seus amigos viram isso como algo que beirava o outro mundo. “Velhinho lhe enviou outro anjo”, escreveu um deles. Quando Lidia e seu companheiro se preparavam para ir embora, o filhote voltou a se animar.

Nube, como agora é conhecida, voltaria para casa com eles. Nube se juntou à matilha de cães resgatados de Lidia em casa, onde tem sido protegida desde então. “Ela está sendo bem cuidada conosco”, disse.

Cachorro amado envia anjo do céu para sua família durante enterro
Foto: Arquivo Pessoal/Lidia Elizabeth Reyes/The Dodo

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Continue lendo

Mundo Animal

Cachorro border collie corre 20 km para voltar para casa

Artigo

em

Por

Magnata, um cachorro border collie de sete anos, protagonizou uma história emocionante na última sexta-feira (18). Após escapar do sítio da família em Araçoiaba da Serra, ele percorreu cerca de 20 km em menos de duas horas e apareceu na porta da casa dos tutores em Sorocaba.

O cão costumava passar alguns dias no sítio com os tutores Lucas e Fabiana, que o levavam para aproveitar o espaço e a companhia de outros cães. Na quinta-feira, por volta das 19h40, uma vizinha do casal avisou que o cão estava em frente à casa deles, o que inicialmente foi recebido com descrença, pois Magnata estaria no sítio com o pai da tutora.

LEIA TAMBÉM

Ao abrirem o portão, a surpresa: Magnata estava lá, ofegante e cheio de carrapichos, mas bem. Fabiana entrou em contato com o pai para entender o que havia acontecido, e ele confirmou que o cão havia sido alimentado por volta das 18h, indicando que ele percorreu o trajeto em menos de duas horas.

Aventura do cachorro surpreendeu a família

Essa foi a primeira vez que Magnata fugiu, e a família agora se questiona sobre como ele conseguiu encontrar o caminho de volta. Apesar de ter sido adestrado quando filhote, o cachorro domina apenas comandos básicos, o que torna ainda mais surpreendente sua capacidade de navegação.

Os tutores acreditam que ele estava com saudades de casa, o que o motivou a encontrar o caminho. O border collie estava exausto, mas feliz por estar de volta com sua família. Fabiana, que é médica veterinária, constatou o desgaste das almofadas das patas do cão, um indício de que ele realmente percorreu todo o trajeto a pé.

Apesar do susto, Lucas e Fabiana se sentem aliviados e agradecidos por ter seu amado cão de volta em segurança. Magnata, que antes aproveitava “férias” no sítio, agora terá sua rotina modificada. Ele continuará frequentando o local, mas apenas para passar o dia junto com os tutores, que o acompanharão na volta para casa.

Leia também:

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Continue lendo

Mundo Animal

Passeio de gato dá errado e ele acaba preso em árvore de forma hilária

Artigo

em

Por

Recentemente, bombeiros e guardas florestais do Parque Nacional do Grand Canyon receberam um pedido urgente de resgate de um gato preso em uma árvore. Um felino havia escapado de uma área residencial e o pobre coitado assustado subiu correndo em uma árvore gigante, ficando preso em um de seus galhos.

“O gato foi localizado a aproximadamente 15 pés [4,5 metros] do chão em um pinheiro ponderosa”, disse Jo, do escritório de assuntos públicos do GCNP, ao The Dodo.

LEIA TAMBÉM

O gato, que mais tarde os socorristas descobriram chamar-se Archie, terminou sua escalada pendurando-se em um dos galhos da árvore – e não conseguia descer sozinho.

Gato preso em árvore
Foto: Reprodução/X/GrandCanyonNPS

Gato são e salvo em terra firme

Felizmente, os bombeiros que estavam no local sabiam exatamente como ajudá-lo. Eles pegaram uma escada alta e a desceram.

O pobrezinho permaneceu congelado no galho da árvore enquanto observava o bombeiro se aproximar. Alguns momentos depois, quando Archie finalmente estava ao seu alcance, o bombeiro estendeu a mão e cuidadosamente o levantou do galho.

O bombeiro segurou Archie perto de si enquanto descia de volta ao chão. Embora a vista do pinheiro fosse diferente, o gato agitado estava grato por estar de volta à terra firme.

Bombeiro resgata gato preso em árvore
Foto: Reprodução/X/GrandCanyonNPS

Com Archie seguro e sem ferimentos, os socorristas começaram a procurar sua família. Eles publicaram sobre o resgate do gato nas mídias sociais esperando receber notícias da família Mais tarde naquela noite, a equipe encontrou exatamente quem estava procurando. “Archie foi reunido com seus tutores”, disse Jo.

Embora sua família tenha ficado abalada com a provação, eles se sentiram confortados ao saber que seu bebê estava seguro. Sempre um gato curioso, Archie inevitavelmente tem mais algumas aventuras reservadas. Mas sua família garantirá que, desta vez, elas não incluam árvores ou bombeiros.

Leia também:

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS

Copyright © 2021 powered by Tribuna de Indaiatuba.