Connect with us

Mundo Animal

Meu cachorro comeu: cão mastiga passaporte do tutor dias antes de sua viagem de casamento

Artigo

em

O cachorro de estimação de um homem não tem chance de ser padrinho depois de possivelmente arruinar o casamento de seus tutores, certo? Chickie, o golden retriever, ficou em casa, enquanto Donato Frattaroli e sua noiva Magda Mazri terminavam a papelada para o casamento que aconteceria na Itália.

Quando o casal voltou para casa, descobriu que o passaporte de Frattaroli não estava no balcão onde ele o havia deixado. “Olhei para a cama de Chickie e pensei: ‘Oh, meu passaporte não fica nesse lugar’”, disse Frattaroli ao Good Morning America da ABC News.

LEIA TAMBÉM

O filhote de um ano e meio deixou várias páginas do passaporte do tutor mastigadas e rasgadas. O casal planejavam se casar em Boston na próxima quinta-feira e voar no dia seguinte para a Itália, para a recepção do casamento. Mas isso está em risco depois que o cachorro quase comeu o passaporte inteiro no noivo.

O filhote de um ano e meio deixou várias páginas do passaporte do tutor mastigadas e rasgadas. O casal planejavam se casar em Boston na próxima quinta-feira e voar no dia seguinte para a Itália, para a recepção do casamento. Mas isso está em risco depois que o cachorro quase comeu o passaporte inteiro no noivo.

Queria ser padrinho

“Ela meio que sabia o que estava fazendo”, disse Frattaroli. “E, de repente, ficou muito carinhosa, sabe como é, com a cabeça no colo”. Mazri, que vem planejando seu casamento na Itália há 18 meses, chamou Chickie de “um cão muito bem treinado”. Felizmente, com a ajuda do governo americano, o noivo conseguiu recuperar seu passaporte a tempo do casamento. Aparentemente, tudo que o cachorro queria era subir no altar com os tutores. Como não pode viajar com eles, decidiu então que ninguém iria!

Leia também:

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Mundo Animal

Cachorro ou humano? Tutor encontra goldendoodle sentado como pessoa e viraliza

Artigo

em

Por

Brady, esse cachorro da raça goldendoodle, está na vida de seus tutores desde que era apenas um filhote. Portanto, não deve haver dúvida alguma de que ele não é, digamos, apenas um humano em uma fantasia de cão. Mas, recentemente, até isso tem sido questionado.

Outro dia, o tutor de Brady, Lawrence, estava em casa quando flagrou o pet em uma pose bastante incomum. O cão, ao que parece, decidiu descansar por um momento na escada, acomodando-se como uma pessoa faria. Lawrence ficou surpreso.

LEIA TAMBÉM

Se Brady é de fato uma pessoa disfarçada de cachorro, ele rapidamente voltou à postura de cão depois de ser pego. “Tentando encontrar o zíper do meu Goldendoodle depois disso”, escreveu Lawrence mais tarde.

Leia também:

No fim: Brady é um cachorro mesmo

Após uma análise cuidadosa, a família parece ter concluído que ele é, de fato, um cachorro. E um adorável. O vídeo de Lawrence em que Brady parece se sentar como um humano já foi visto mais de 75 milhões de vezes – prova de como cães como Brady podem ser amados simplesmente por serem eles mesmos.

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Continue lendo

Mundo Animal

Motorista vê pit bull abandonado surgir de uma pilha de lixo embaixo de uma rodovia

Artigo

em

Por

A dedicada protetora de animais, Donna, andava por uma rodovia buscando por uma pequeno pit bull abandonado em um pilha de lixo. Sua equipe estava respondendo a uma denúncia de um motorista preocupado sobre o cachorrinho que vivia no monte de lixo e, com os carros passando em alta velocidade, o pobre filhote estava em perigo.

Assim, Donna diminuiu a velocidade quando chegou à pilha de lixo e examinou os itens em busca de sinais de vida. Nos primeiros segundos, parecia que não havia ninguém no local, e os socorristas temeram que o cachorro tivesse fugido.

LEIA TAMBÉM

De repente, um pit bull preto e branco, deitado entre uma pilha de sacos de lixo e cestas, levantou a cabeça para encontrar o olhar dela. O doce cão estava sozinho, acompanhado apenas pelos carros e caminhões que passavam por ele, mas estava grato por finalmente ver alguém que o ajudaria.

Cachorro pit bul preto e branco com mulher dentro de carro
Foto: Reprodução/Facebook/Stray Rescue of St. Louis

Muitos carinhos para um pit bull abandonado

Seu rabo abanava quando Donna atravessou a rua para cumprimentá-lo. Ela ofereceu um petisco para ganhar sua confiança e o pit bull, que mais tarde recebeu o nome de Gibson, imediatamente deixou que a mulher o acariciasse.

Donna colocou uma coleira no cachorro e o tirou gentilmente da pilha de lixo. A equipe então colocou Gibson no carro e o levou para o hospital veterinário, acariciando-o durante todo o trajeto.

O pit bull ainda não tinha certeza para onde estava indo, mas se sentiu imediatamente seguro sob os cuidados de seus novos amigos. E a equipe ficou mais do que entusiasmada em tirá-lo da perigosa rodovia.

Gibson passou por uma avaliação médica completa na clínica veterinária antes de receber um banho muito necessário. A equipe logo o liberou para ser adotado e começou a procurar a família temporária perfeita para o pit bull.

Cachorro pit bul preto e branco sentado no chão
Foto: Reprodução/Facebook/Stray Rescue of St. Louis

Lugar de cachorro não é embaixo da rodovia

Por mais que ele adorasse conhecer todos os seus novos amigos na ONG, tanto humanos quanto cães, Gibson não via a hora de conseguir um lar adotivo. Felizmente, seu sonho se tornou realidade apenas alguns dias após seu resgate, quando a família Scheftner se ofereceu para acolhê-lo.

Cachorro pit bul preto e branco deitado em grama
Foto: Reprodução/Facebook/Stray Rescue of St. Louis

Michelle Scheftner e sua família, incluindo seus três filhos, ficaram muito felizes em receber o cachorro em sua casa. O pit bull resiliente se adaptou rapidamente à rotina da família e, desde então, tem se desenvolvido muito bem sob seus cuidados.

“Gibson está se saindo muito bem! Ele é simplesmente o garoto mais doce!” disse Michelle ao The Dodo. “Ele brinca muito bem com meus filhos e dá muitos de beijos. Nós adoramos tê-lo!

Leia também:

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Continue lendo

Mundo Animal

Macaco-prego criado como pet é acolhido pela Mata Ciliar de Jundiaí

Artigo

em

Por

Nesta segunda-feira (17), a Mata Ciliar de Jundiaí recebeu para seus cuidados um macaco-prego encontrado em Indaiatuba. De acordo com a associação, o animal silvestre era criado como pet, sendo criado em cativeiro. O bicho foi resgatado pelo Cras de Jundiaí desnutrido e com os dentes serrados.

Ao serem criados como animais de estimação, os animais silvestres perdem a chance de viver de acordo com seus instintos naturais e desempenhar suas funções ecológicas. No caso do macaco-prego, seus dentes foram serrados para evitar que ele causasse danos às pessoas que o mantinham como animal de estimação.

LEIA TAMBÉM
Macaco-prego deitado em mesa veterinária da Mata Ciliar de Jundiaí

Reabilitação do macaco-prego na Mata Ciliar

Provavelmente, o animal fugiu ou foi abandonado. “Por não ser um animal acostumado a viver livre, não conseguiu encontrar comida ou água, fazendo com que perdesse musculatura, ficasse caquético e muito desidratado”, explica Natália Silva Bueno Donegá, médica veterinária da associação.

“Iniciamos um procedimento com medicação, soro e introdução de uma alimentação adequada. E agora vamos aguardar sua evolução para iniciar o processo de reabilitação”, explica Natália.

Veterinária da Mata Ciliar de Jundiaí consultando macaco-prego deitado em mesa

Leia também:

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS

Copyright © 2021 powered by Tribuna de Indaiatuba.