Connect with us

Notícias

Sobe número de acidentes e mortes decorrentes do trabalho na RMC

Artigo

em

A RMC (Região Metropolitana de Campinas) registrou aumento de 25,19% no número de acidentes e de 20% no número de mortes decorrentes do trabalho em 2021, isso na comparação com 2020. No ano passado, foram contabilizadas 15.672 CAT`s (Notificações de Acidentes de Trabalho), contra 12.518 no ano imediatamente anterior, isso na soma das 20 cidades que compõem a região. Já o número de óbitos passou de 40 para 48 no mesmo período. Os dados são do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho (smartlabbr.org), ferramenta criada para informar e subsidiar políticas públicas de prevenção de acidentes e doenças do trabalho.

As cinco cidades da RMC com maior número de notificações de acidentes decorrentes do trabalho em 2021 foram Campinas (4.539); Americana (1.783); Indaiatuba (1.463); Santa Bárbara (1.422) e Sumaré (958). Nesta semana, foi celebrado o “Dia Mundial em Homenagem às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho”- dia 28 de abril -, data instituída para lembrar os trabalhadores vitimados por acidentes de trabalho e doenças ocupacionais.

LEIA TAMBÉM

“A data é relevante para lembrar a sociedade da importância de uma cultura de prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, especialmente em um momento da história em que se privilegia a produtividade e o uso diuturno das tecnologias em detrimento do direito a um ambiente de trabalho seguro e à desconexão do trabalho. Vemos a saúde dos trabalhadores se deteriorando, ocasionando doenças laborais, e a ânsia por desempenho e rápida entrega, que resulta em mais acidentes. As ocorrências vêm crescendo de forma preocupante, quase atingindo os níveis anteriores à pandemia”, observa o coordenador regional da Coordenadoria Nacional de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho (CODEMAT) na 15ª Região, procurador Silvio Beltramelli Neto.

O Observatório de Segurança e Saúde do Trabalho foi desenvolvido e é mantido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em cooperação com a OIT (Organização Internacional do Trabalho), no âmbito da Iniciativa SmartLab de Trabalho Decente. Em Campinas, por exemplo, o crescimento observado foi de 17,7%, totalizando 4.539 acidentes registrados em 2021. O número de óbitos decorrentes do trabalho também aumentou 42,8% em relação a 2020, com 20 acidentes fatais. O município identificou um gasto previdenciário com auxílios-doença de R$ 75, 8 milhões, e R$ 356,5 milhões com aposentadorias por invalidez.

 

MUNICÍPIO     ACIDENTES/21            ACIDENTES/20            MORTES/21    MORTES/20

Campinas        4.539                          3.854                          20                    14

Valinhos          584                             509                             00                    03

Itatiba             854                             644                             02                    02

Indaiatuba      1.463                          1.000                          02                    03

Vinhedo          713                             552                             03                    01

Hortolândia    541                             423                             01                    01

S.Bárbara        1.422                          988                             05                    01

Sumaré           958                             890                             05                    03

Jaguariúna      332                             285                             01                    00

Americana      1.783                          1.436                          03                    02

A.Nogueira     140                             102                             00                    01

Cosmópolis     169                             142                             02                    01

E.Coelho         52                               55                               00                    01

Holambra        111                             92                               00                    01

Monte Mor     299                             267                              00                    00

Morungaba     58                               63                               00                    01

Nova Odessa   518                             357                             01                    02

Paulínia           670                             528                             01                    02

Pedreira          349                             253                             01                    01

S.A.Posse        117                             78                               00                    00

PUBLICIDADE

Notícias

Piscina voa e atinge caminhão em rodovia

Artigo

em

Por

Os ventos fortes da tarde desta quarta-feira (10) provocaram um acidente curioso na Rodovia Santos Dumont, no Km 68, próximo ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Segundo a Polícia Rodoviária, um caminhão transportava piscina de fibra e com as fortes rajadas de ventos, a piscina voou, atingiu outro caminhão e se despedaçou.

LEIA TAMBÉM

Os estilhaços ficaram espalhados na estrada, no sentido de Indaiatuba.

Equipes da concessionária AB Colinas realizaram a limpeza da pista.

Os caminhões envolvidos foram encaminhados até o Km 64, para a elaboração do talão de ocorrência da Polícia Rodoviária.

Continue lendo

Notícias

Escola de Música da Sinfônica tem vagas para cursos de violino, violoncelo e contrabaixo acústico

Artigo

em

Por

Não é preciso ter experiência ou o instrumento escolhido para participar; inscrição é online

10/08/2022 11:35h

LEIA TAMBÉM

Foto: Felipe Gomes/AMOJI

Foto

Os critérios para o preenchimento das vagas são: ordem de inscrição, faixa etária e endereço residencial

A Escola de Música da Orquestra
Sinfônica de Indaiatuba (EMOSI) está com 39 vagas disponíveis nos cursos de
violino, violoncelo e contrabaixo acústico. As aulas, totalmente gratuitas, são
destinadas para o público entre 9 e 21 anos de idade. Para participar, é
preciso residir em Indaiatuba e se inscrever até o próximo dia 22. O projeto
conta com apoio da Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria Municipal
de Cultura.

Com foco em ofertar ensino
musical de qualidade a crianças e jovens de Indaiatuba, a EMOSI disponibiliza
25 vagas para violino e 10 vagas para violoncelo, todas para quem tem entre 9 e
18 anos de idade; além disso, há quatro vagas no curso de contrabaixo acústico
para pessoas entre 12 e 21 anos.

Para estudar na EMOSI, não é
necessário ter experiência e nem o instrumento escolhido, apenas a vontade de
aprender. Após o prazo de inscrição, a organização entrará em contato para a
convocação dos alunos. As aulas acontecem no Centro Cultural Wanderley Peres
(Praça Dom Pedro II, Centro) e na Estação Musical (Praça Newton Prado, Jardim
Pompeia).

Os critérios para o
preenchimento das vagas são: ordem de inscrição, faixa etária e endereço
residencial. Os interessados devem preencher um formulário, que pode ser
acessado neste link.

Esta é uma iniciativa da AMOJI
(Associação Mantenedora da Orquestra Sinfônica de Indaiatuba), com apoio da
Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. Mais
informações pelo WhatsApp (19) 99937-2410 ou pelo e-mail [email protected].

  • Redator(es): Fábio Alexandre e Aparecida Aquino
  • Release N.º: 759

Notícias relacionadas

Continue lendo

Notícias

Secretaria de Serviços Urbanos faz revitalização de área de lazer no Jardim Itamaracá

Artigo

em

Por

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS

Copyright © 2021 powered by Tribuna de Indaiatuba.